Polução noturna: o que é e qual o tratamento

Você já ouviu falar em polução noturna? A ejaculação noturna para os homens que costuma ocorrer naturalmente na adolescência, mas também há casos na fase adulta?

Ato involuntário e inconsciente, a polução ocorre quando o cérebro por alguma razão é ativado em níveis elevados. Assim, causando um aumento rítmico e de atividade, gerando uma natural descarga.

Pensando nisso, é algo pouco falado pelas grandes mídias, o que ajuda a manter a condição como algo errado ou doentio. Entretanto, não se trata de uma doença, mas sim de uma reação natural do corpo humano.

polução noturna orgasmo ao dormir

O que é a polução noturna

De maneira bastante simples e direta como o assunto é, a polução noturna é caracterizada por ejaculações durante o sono, além da presença de secreções para as mulheres. Nesse caso, para as mulheres, a presença de orgasmos não é obrigatória.

A polução é bastante comum e extremamente normal, principalmente na fase da puberdade, onde os hormônios estão mais aflorados. Geralmente, é uma condição predominantemente masculina, sendo raras as aparições em mulheres.

Por ser algo muito natural do corpo, não deve ser tratado como alguma doença ou problema de saúde. Na verdade, é algo tão comum que sequer existe um tratamento para isso, informação essa que vamos detalhar no final desse artigo.

É importante ressaltar sempre que esse é um caso que envolve causas diversas, mas principalmente hormonais. Por isso, não existe aquela máxima de dizer que é algo controlável, ou que acontece por vontade da pessoa.

Assim, ainda é muito estigmatizado exatamente por ser um grande tabu falar sobre isso, mas é muito mais simples do que as pessoas fazem parecer. Nesse sentido, o artigo de hoje vai tratar tudo sobre esse ato noturno, com suas principais causas e seu tratamento – ou a falta dele.

Polução noturna: o que é e qual o tratamento 1

Causas da polução noturna

Existem diversas causas para a polução noturna, mas todas elas estão ligadas a aspectos hormonais ou emocionais. Por exemplo, para adolescentes costuma ocorrer na fase da puberdade, onde os níveis de testosterona são muito altos.

Por isso, é normal que o corpo projete uma carga de excitação durante o sono, principalmente no período de sono mais pesado, já que é o momento em que o cérebro trabalha mais forte. Ou seja, naturalmente causa um agitamento, resultando em uma ejaculação ainda durante o sono.

Quando falamos de adultos e pessoas mais velhas, que já passaram da puberdade, a principal causa é a falta de relações sexuais por longos períodos. Além disso, também pode ser causado até mesmo por cansaço excessivo, já que o sono se torna muito pesado nesses momentos.

Outras causas também conhecidas são a falta de exercício físico e suplementos com muita testosterona. Afinal, acaba caindo na mesma situação hormonal de pessoas na puberdade.

Todos esses pontos vão na mesma linha de sonhos eróticos, sendo influenciados por uma mudança mental ou uma atividade muito intensa durante a parte mais profunda do sono. Dessa forma, acaba não sendo algo necessariamente controlável, diversas vezes pegando a pessoa de surpresa durante a manhã.

Até então só falamos sobre causas para homens, e isso se dá pelo fato da polução noturna não ser comum em mulheres. Por conta disso, as causas não são tão estabelecidas como para homens, sendo apenas associadas a uma atividade noturna.

Nesse caso, não é possível determinar ainda se está diretamente ligado a sonhos eróticos ou não.

Polução noturna: o que é e qual o tratamento 2

Existe tratamento para polução noturna?

Quando se fala em polução noturna é natural que muitas pessoas busquem rapidamente formas de tratamento para elas. Entretanto, será mesmo que se trata de algo que precise de um tratamento fisiológico?

A resposta é não. Afinal, estamos falando de algo que ocorre de maneira involuntária, e muitas vezes sequer é percebido de fato. Nesse sentido, a polução não possui um tratamento indicado, apenas cessando quando a pessoa volta a ter relações com frequência.

Esse tipo de condição causa bastante problema se entrarmos no meio religioso, visto que muitos rapazes esperam até seus casamentos para iniciar as relações. Dessa forma, é naturalmente que muitos sofram com a polução, e por isso cause uma estigmatização desnecessária em cima da ação.

O importante é entender que a polução noturna é extremamente normal e não deve ser encarada como uma doença ou algo parecido. Geralmente, todos os homens em alguns momento acabam passando por isso, independente de sua idade.

Polução noturna: o que é e qual o tratamento 3

Além disso, a polução pode acontecer em qualquer lugar e a qualquer hora, sendo chamada de noturna por sua principal aparição ser durante a noite. Entretanto, nada impede que durante o dia ocorra alguns espasmos também.

Muitas vezes, o que pode ocorrer é uma constância nos casos, fazendo com que de alguma forma a pessoa sofra interferências no dia a dia. Nesses casos, o ideal é buscar um psicólogo para tratar dos pensamentos e o que pode estar aumentando essa frequência.

Além disso, um sexólogo também pode ser consultado, para ajudar a entender o que mais está influenciando nesses acontecimentos. Mesmo assim, são casos raros e dificilmente chegam a isso.

Se ainda tem dúvidas, veja esse video de um médico especializado:

Esse artigo te ajudou? Deixe seu voto!

1 - 1

Obrigado pelo seu voto!

Desculpe, mas você ja votou!