Como fazer chuca? 3 Maneiras de limpeza caseira

Um dos termos mais utilizados hoje em dia para se referir a higiene da prática sexual é “chuca”. Entretanto, você sabe o que isso significa? E como fazer?

No artigo de hoje vamos falar um pouco sobre algumas maneiras diferentes de fazer chuca, além de entender de fato o que significa o termo. Dessa forma, fica mais fácil de entender o motivo de realizar.

Por outro lado, saber mais sobre o tema ajuda a entender os cuidados que precisam ser tomados. Afinal, de uma forma ou de outra é uma invasão corporal e precisa ser feita com cuidado para evitar problemas futuros.

mulher fazendo chuca

Sendo assim, vamos descobrir mais sobre o tema.

O que é chuca?

A chuca nada mais é do que um termo usado como gíria para falar sobre o enema. Este, por sua vez, se refere a uma limpeza realizada na região anal, para fazer sexo ou não.

Inicialmente, o uso da técnica foi idealizado para ajudar pessoas com problemas de constipação intestinal. Nesse caso, era usado para conseguir liberar secreções e auxiliar nesse tratamento.

Até mesmo por isso, já fica evidente que o ideal é que seja feito com certo cuidado, pois os objetivos pensados não são exatamente os disseminados hoje. Mesmo assim, não é uma prática complicada, quando realizada com cuidado e com a devida atenção.

Quanto a sua necessidade de realização, os médicos indicam que seja feita somente quando você possui algum tipo de problema intestinal. Caso contrário, não é percebida uma necessidade real, o que pode inclusive ser um complicador.

como fazer chuca

Como fazer chuca caseira?

Por ser um processo muito conhecido e muito falado, é natural que diversas formas comecem a surgir ao longo do tempo. Dessa forma, vamos tratar sobre as principais, inclusive com seu passo a passo de realização.

Com isso, é possível identificar qual desses tipos se adequa melhor e deixaria a pessoa mais confortável para realização.

Com a ducha

Sendo o método mais conhecido, o uso da ducha é bastante comum. Nesse caso, o procedimento padrão deve ser:

  1. Encher a ducha evitando água quente, pelo risco de queimaduras na região.
  2. Lubrificar a entrada do ânus;
  3. Colocar a ducha tomando cuidado para não ocorrerem lacerações
  4. Soltar a água e escorrer em um vaso sanitário.

Um ponto de extrema importância é saber o momento de parar, visto que essa é uma prática que precisa ser feita com cuidado. De acordo com os médicos, caso a água em um primeiro momento já saia transparente, o processo deve ser encerrado.

lavando parte intima

Banho

A limpeza feita diretamente no banho é a mais indicada entre os especialistas, principalmente por acreditarem que já cumpre bem o objetivo. Dessa forma, a realização se dá com o seguinte passo:

  1. Ao terminar de tomar banho, passe sabão é um dos dedos
  2. Introduza-o diretamente na região anal, tomando os cuidados necessários
  3. Realizar movimentos na região para fazer a limpeza

Nesse tipo, a introdução do dedo no canal pode ser bastante curta, o que acaba gerando uma segurança e um conforto maior também. Além disso, é preciso que o dedo esteja higienizado, para evitar problemas de saúde ou infecções intestinais.

Lenço umedecido

Fazer a chuca com lenço umedecido é bem mais “por cima” do que todas as demais, porém ainda é uma boa opção. Afinal, é extremamente mais seguro que algumas técnicas mirabolantes por aí.

limpeza com lenço umidecido

Quanto ao passo a passo, o ideal é que seja:

  1. Posição de cócoras
  2. Enrolar o lenço nos dedos
  3. Movimentos circulares no local

Apenas pelos passos já é possível perceber que não se trata de algo muito aprofundado ou de uma limpeza muito profunda. Na verdade, acaba sendo ali algo bastante rápido e prático e pode ser feito no ato sexual do Beijo Grego.

E é exatamente por essa razão que se tornou tão popular: facilidade. Quanto aos cuidados, o ideal é que as unhas estejam cortadas, para evitar que ultrapassem o lenço e cause ferimentos.

Além disso, não se deve usar nenhum tipo de creme, visto que estamos falando de uma região sensível e que pode conter alergias sérias.

Frequência e cuidados

Quando falamos de frequência para fazer chuca, o ideal é que não ocorra com intervalos curtos de tempo, para evitar que cause impactos na regulagem do intestino. Ou seja, ainda que a frequência da prática sexual seja alta, a realização da chuca não deve ser.

Para cuidados, o ideal é sempre estar em dia com limpezas e evitar ações que possam causar ferimentos.

Esse artigo te ajudou? Deixe seu voto!

3 - 1

Obrigado pelo seu voto!

Desculpe, mas você ja votou!