Sexo Anal: Quais os riscos, como se prevenir, é prazeroso?

O sexo anal é talvez um dos maiores tabus que existem quando se trata de sexo. Muitas pessoas julgam e associam apenas ao sexo gay. No entanto, muitos casais heterossexuais também praticam a estimulação anal em sua vida sexual.

Entre os praticantes, a maior dúvida é sobre os riscos de fazer sexo anal sem camisinha, como fazer o sexo ser mais prazeroso para a mulher, qual o tipo de lubrificante ideal para sexo anal, entre outros.

Vale lembrar, que a prática não é recomendada por nenhum médico. Confira tudo o que é preciso saber sobre sexo anal, através dos parágrafos a seguir:

O que é sexo anal?

O sexo anal envolve estimulação manual, oral ou penetrativa do ânus. Quando um homem insere seu pênis no ânus de sua parceira (o), pode ser prazeroso, mas também pode causar desconforto e até dor se não realizar os cuidados adequados. O músculo encontrado no reto se contrai quando estimulado, o que significa que, mesmo que o pênis seja inserido suave e lentamente, pode causar desconforto se não houver uma boa lubrificação.

Sexo Anal: Quais os riscos, como se prevenir, é prazeroso? 1

Se a penetração no ânus for feita com força, pode causar ferimentos e sangramento. Por esta razão, é aconselhável usar um lubrificante para não causar lesões.

O sexo anal, como mencionado no início do texto, talvez seja a prática sexual mais severamente julgada. A religião diz que vai contra a natureza e muitas pessoas a consideram como algo “sujo” ou impróprio. Mas não estamos aqui para emitir julgamentos morais ou religiosos, mas para explicar do que se trata essa outra expressão da sexualidade, que existe, assim como o sexo oral ou o sexo vaginal.

Quais os riscos de fazer sexo anal sem camisinha?

Confira a seguir quais são os riscos de fazer sexo anal e quais cuidados você deve tomar se for praticá-lo:

Infecções

Para prevenir a infecção, evite a penetração vaginal ou sexo oral depois que seu parceiro retirar o pênis do seu ânus. Bactérias são encontradas no ânus e são perigosas se entrarem na vagina e na boca. É melhor usar camisinha ou lavar bem o pênis antes de tocar em outras áreas.

perigos no sexo anal

Hemorroidas, sangramentos e ferimentos.

A mucosa retal é sensível e um local propício para o desencadeamento de infecções se não houver uso de preservativos. Além disso, sexo anal envolve fricção que pode causar danos dentro da cavidade anal e quebrar as membranas delicadas, podendo causar sangramentos e ferimentos, sendo a hemorrogia um dos fatores de risco quando o sexo é praticado com violência ou muita força.

Ao longo do tempo, também há o risco de surgirem hemorróidas.

Doenças sexualmente transmissíveis

Fazer sexo anal sem camisinha é um fator de risco para contrair Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs), por exemplo, Gonorréia, Sífilis, Herpes, HPV, entre outras. O Vírus da Imunodeficiência Humana O HIV, vírus que causa a AIDS , é frequentemente transmitido através do sexo anal penetrativo.

Sexo Anal: Quais os riscos, como se prevenir, é prazeroso? 2

E mais: o risco de transmissão por essa via é muito maior do que pelo sexo vaginal. Portanto, se você decidir fazer sexo anal, SEMPRE faça-o com camisinha de látex para reduzir o risco de contrair HIV e outras DSTs.

Quais os cuidados para fazer sexo anal?

O primeiro cuidado ao fazer sexo anal é sempre usar o preservativo para evitar o risco de contaminações e doenças infecciosas como as DST’s. A seguir, confira os demais cuidados ao praticar esse ato sexual:

Higiene

O primeiro cuidado que um casal que deseja fazer sexo anal deve tomar é usar camisinha, como mencionado anteriormente. Além disso, é essencial manter o mais alto nível de higiene no reto e ânus antes da penetração, a famosa ‘chuca‘. Uma boa higiene também deve ser realizada no pênis e/ou brinquedos sexuais, se houver.

Sexo Anal: Quais os riscos, como se prevenir, é prazeroso? 3

Lubrificação

O ânus e o reto não geram naturalmente a lubrificação que facilita a relação sexual como acontece com a vagina, por exemplo. Além disso, ao contrário da vagina, os músculos dessa área não são tão elásticos e dificultam a dilatação para penetração. O que pode causar lesões em muitos casos se não houver cuidado durante a penetração.

Para evitar isso, os casais devem usar algum tipo de lubrificante para sexo anal que promova a penetração. Lubrificantes naturais, como a saliva, evaporam rapidamente e deixam o sexo desconfortável e doloroso ao invés de prazeroso, por isso é recomendado o uso de um lubrificante sintético à base de água.

Jamais uso lubrificante para sexo anal à base de óleo, pois esses irritam a mucosa do ânus e podem causar infecções.

Masturbação anal: Como fazer o sexo anal ser prazeroso?

A masturbação anal é a estimulação da área do ânus para intensificar o orgasmo.

Nos homens, a masturbação anal pode ser prazerosa porque pode tocar a próstata, que contém terminações nervosas. No caso das mulheres, a masturbação também pode estimular a vagina, o que deixa a mulher relaxada para realizar a prática com tranquilidade.

A zona anal é sensível e reage às carícias com sensações de prazer . A estimulação anal deve, em geral, ser progressiva, não introduzindo nada dentro do ânus, nem dedos, nem brinquedos, nem pênis desde o início.

Trata-se de estimulá-lo de forma suave e circular com lubrificantes adequados, para relaxar os músculos anais, conversando com o parceiro para que ele confie, aumentando a intimidade.

As técnicas mais utilizadas incluem tocar a abertura anal enquanto se masturba os genitais do parceiro, ou, estimular o ânus do parceiro durante a relação sexual oral ou vaginal para aumentar a excitação, uma vez que, ambos precisam estar relaxados e excitados para realizar a penetração.

A inserção gradual dos dedos ou de brinquedo sexual ajuda que a sensação de dor não seja tão intensa, pois a dilatação dos músculos será gradual. Além disso, antes de penetrar o ânus é necessário lubrificar o mesmo e o pênis ou brinquedo com lubrificante à base de água.

É perigoso usar brinquedos eróticos para fazer sexo anal?

A introdução de um objeto dentro do ânus também tem alguns perigos associados. Essa área é sensível e, além disso, as paredes intestinais não causam dor quando os objetos são inseridos.

como usar um vibrador

Isso significa que, às vezes, os objetos são inseridos demais e podem acontecer de não serem removidos na mesma hora, necessitando de atendimento médico. Nesses casos, muitas vezes a solução é submeter a pessoa a uma cirurgia para poder retirar o objeto que foi inserido. Por esse motivo, não é recomendável inserir objetos no ânus que não sejam projetados para esse fim.

Existem no mercado produtos seguros destinados à prática anal (preservativos especiais, protetores de dedos, lubrificantes, dilatadores, massageadores de próstata, vibradores, etc.). No entanto, todos eles devem ser utilizados de acordo com as recomendações de higiene e cuidados, os quais são informados no folheto de instruções.

Se você quer saber mais sobre sua saúde em relação ao sexo anal, veja esse vídeo de um proctologista:

Esse artigo te ajudou? Deixe seu voto!

2 - 0

Obrigado pelo seu voto!

Desculpe, mas você ja votou!