Sexo oral: Como fazer? Tipos, Benefícios, Cuidados e dicas

Saiba quais os riscos de fazer sexo oral, como se proteger durante as relação e quais as dicas/cuidados para tornar o ato mais prazeroso para si e para o seu parceiro, aqui nesta página.

O sexo oral, apesar de ser uma prática muito comum, ainda é considerado um tabu devido a algumas religiões. No entanto, é uma forma de dar e receber prazer que pode estabelecer ainda mais o vínculo amoroso do casal.

Por mais que seja uma prática simples e que não cause uma gravidez não planejado, fazer sexo oral na mulher(chupar a mulher) ou fazer o boquete no homem em segurança é essencial para evitar doenças sexualmente transmissíveis.

O que é sexo oral?

O sexo oral é uma prática sexual em que os órgãos genitais masculino e feminino são estimulados com a boca, lábios e língua a fim de dar prazer ao parceiro.

Como sexo vaginal e anal, o sexo oral também traz risco de infecções e até tumores induzidos por vírus, como o papilomavírus humano (HPV).

sexo oral

Quais os tipos de sexo oral?

Embora existam mais variantes, os tipos de boquetes mais frequentes são a felação e a cunilíngua:

Felação

Fellatio é a prática em que a mulher ou o homem chupa ou lambe o escroto e o pênis com a boca, língua e lábios até culminar na ejaculação do homem.

Cunilíngua

Esta variante do sexo oral envolve lamber e chupar a genitália feminina (lábios vulvares, clitóris e abertura vaginal) com os lábios e a língua.

Benefícios do sexo oral

Muito se fala por aí sobre o famoso sexo oral e todas as vantagens que ele traz para uma relação sexual. Mas, mesmo assim, quais são os principais benefícios da prática?

Sexo oral: Como fazer? Tipos, Benefícios, Cuidados e dicas 1

Ou, ainda, será que existem posições mais confortáveis para fazê-lo? É sobre isso que vamos tratar nesse artigo, principalmente buscando melhorar ainda mais os resultados do ato para um casal.

Não precisa de muito para explicar os motivos do sexo oral ser tão famoso e queridinho pelos casais. Por isso, trouxemos os quatro benefícios mais vistos e falados quando tratamos do tema.

Em geral, o sucesso do sexo oral está na capacidade de gerar o mesmo grau de prazer tanto para os homens quanto para as mulheres. Com isso, acaba sendo uma das práticas preferidas de muitas pessoas.

Veja os maiores benefícios de quem pratica o sexo oral no relacionamento:

Sem neura pelo orgasmo

É de conhecimento geral que o orgasmo é um dos assuntos mais delicados para mulheres, principalmente por boa parte dos homens acreditarem ainda que a penetração é a melhor escolha. Nesse caso, o sexo oral vem exatamente para ir contra essa ideia.

Segundo estudos, mais de 90% das mulheres chega ao orgasmo com o sexo oral, e muitas vezes, apenas com ele, podendo inclusive, chegar ao squirt. Esse fato ocorre pelo fato do oral se concentrar totalmente no clitóris, região de maior prazer para as mulheres.

Por conta disso, apostar no oral é o mais indicado para que tudo dê certo no final. É claro que tudo depende muito de gosto pessoal de cada um, mas sempre aposte no sexo oral, o orgasmo é quase certo para elas.

Sem ejaculação precoce

Outro item que causa dor de cabeça é a ejaculação precoce, dessa vez para o público masculino. Na verdade, esse é um tema muitas vezes proibido, por conta de toda a estigmatização em cima dele.

Dessa forma, alguns especialistas indicam que se use o sexo oral para evitar esse tipo de problema. Assim, caso o homem perceba que está quase chegando lá de forma precocemente, troque para o oral no mesmo momento.

Com isso, é possível manter o momento e principalmente o prazer do mesmo, enquanto segura por algum tempo o ápice para ele. Nesse caso, não causa nenhum tipo de constrangimento para nenhuma das partes.

Aumenta a intimidade e a conexão do casal

O sexo oral consegue ir em uma linha diferente da tradicional penetração em uma relação a dois. Pensando nisso, fica muito mais evidente a conexão de um casal ou seu grau de intimidade.

Já que, de maneira geral, o sexo oral vai trazer uma prática mais intimista e mais próxima ao casal, fazendo com que consigam se conectar por completo. Dessa forma, é tido como uma ótima forma de benefício para o casamento.

No geral, funciona como uma junção de prazer e intimidade para ambos, garantindo um resultado muito positivo para os dois.

Excitação para ambos

Muitos estudos já comprovaram que o sexo oral é a prática que mais excita a grande maioria das pessoas. Com isso, naturalmente, usando-o, a relação sexual tende a ser ainda melhor.

Muito por conta do que já foi falado anteriormente, sobre mudanças, tentar algo diferente, mais íntimo. Por isso, é recomendado para ter altos níveis de tesão para ambos os lados.

Na verdade, o sexo oral é uma das poucas práticas que consegue ser muito positivo para ambos os lados. Afinal, existem diversas práticas que são mais prazerosas para os homens e mais prazerosas para as mulheres.

No entanto, o sexo oral vai contra essa máxima, e traz esse prazer igual para ambos.

sexo oral mulher

Quais as melhores posições?

O sexo oral, apesar de muito bom, pode causar um pouco de dores no pescoço em quem pratica, principalmente pela posição que se estabelece para realizar. Dessa forma, vamos falar sobre duas posições muito boas para a prática, sem causar nenhum tipo de dor.

1. Posição 69

Se perguntar para uma quantidade razoável de pessoas qual a posição preferida para realizar e receber um sexo oral, provavelmente a resposta mais citada vai ser a clássica posição 69.

Nessa posição, ambos estão deitados e torna a prática muito mais fácil e principalmente mais simplificada. Além disso, é umas das posições mais prazerosas para o casal, podendo ainda causar orgasmos melhores.

2. Em pé

Apesar de não parecer, a posição com um dos dois em pé pode facilitar e muito o trabalho, principalmente para quem vai realizar a prática. Nessa posição, é possível alinhar a altura da boca com as partes do parceiro ou da parceira.

Outra vantagem para muitas pessoas que gostam dessa posição é o contato visual, já que permite uma visão total da pessoa que está realizando o oral. Nesse caso, se esse é um prazer que você aprecie, vale a pena o teste com o oral de pé.

Quais os riscos de fazer sexo oral sem camisinha?

Atualmente, a prática de sexo oral está aumentando entre os jovens com menos de 25 anos, pois não há risco de gravidez e pode ser realizado enquanto não decide a hora certa de perder a virgindade. No entanto, como em outras ações sexuais, o sexo oral está relacionado à transmissão de múltiplas doenças e infecções se não for realizado em segurança.

O vírus do papiloma humano (HPV)

É a doença sexualmente transmissível mais comum e uma das mais perigosas, pois pode causar verrugas genitais e levar a alguns tipos de câncer. Agora existem vacinas que podem diminuir os efeitos do HPV.

Um dos cânceres derivados desse vírus é o câncer de orofaringe. Embora as causas desse câncer sejam em sua maioria desconhecidas, uma pesquisa publicada em 2007 no The New England Journal of Medicine vinculou o sexo oral a esse câncer, observando que as pessoas que fizeram sexo oral com 6 pessoas diferentes correm maior risco.

HIV (Aids)

O vírus da imunodeficiência humana adquirida (HIV) pode ser transmitido pelo sangue, sêmen e fluidos vaginais, tornando-se um dos principais riscos do sexo oral.

Câncer de boca, língua e laringe.

Nos últimos anos, foi detectado um repique neste tipo de câncer e alguns especialistas associam esse aumento ao aumento da prática de sexo oral. O HPV é uma das principais causas desse câncer.

Herpes

É uma doença sexualmente transmissível que é mais frequentemente transmitida por via oral. Uma das consequências do herpes é que ele pode causar o aparecimento de feridas na região genital, no reto e no ânus.

Gonorréia

A gonorreia oral pode causar dor de garganta, problemas de deglutição e, se não for tratada adequadamente, pode levar à esterilidade ou doença inflamatória pélvica.

Sífilis

É uma doença sexualmente transmissível que é transmitida por bactérias através do sexo vaginal, anal ou oral. Os sintomas dessa patologia que se não curada adequadamente pode causar lesões graves, como cegueira, danificar órgãos internos e até levar a morte do paciente são: febre, queda de cabelo, cansaço, dor de cabeça e garganta, perda de peso, entre outros.

Clamídia

Esta doença é transmitida através de um parasita genital e seus sintomas são semelhantes aos de um resfriado comum . Esta patologia pode ser tratada com uma terapia farmacológica baseada em antibióticos.

Recomendações para fazer sexo oral em segurança

Dadas as características contagiosas que o sêmen possui, os especialistas desaconselham a ingestão, e indicam a prática de sexo oral com preservativo e o monitoramento de possíveis feridas na boca e na região genital.

Sexo oral: Como fazer? Tipos, Benefícios, Cuidados e dicas 2

Como fazer sexo oral em segurança?

Se você tem certeza de que só tem relações sexuais com a mesma pessoa e com mais ninguém, e que ambos são saudáveis, em princípio não há nada a temer.

Caso contrário, é melhor usar um preservativo se não tiver um parceiro fixo ou não confiar no mesmo. No caso do sexo oral, o melhor a fazer é usar a camisinha. Inclusive há camisinhas de sabor que são indicadas somente para o sexo oral, a fim de deixar a prática mais confortável, segura e prazerosa.

A camisinha deve ser usada também ao realiza sexo oral feminino, pois há preservativos indicados para mulheres.

É aconselhável lavar o pênis/vagina antes do sexo oral?

É aconselhável estar o mais limpo possível ao ter qualquer contato íntimo com outra pessoa. Além disso, também é aconselhável ter a boca limpa quando for beijar. Curiosamente, a boca pode ter mais microorganismos infecciosos do que os genitais.

É preciso urinar antes?

O mais sensato é urinar antes de fazer o sexo oral e limpar a área da genitália, a fim de realizar o sexo seguro e não precisar interromper o momento.

O sexo oral é contraindicado em algum caso?

Se houver o desejo e a capacidade de ambas as partes, em princípio, não. Se não houver doenças anteriores, problemas de mobilidade, sensibilidades diversas e a lei não for violada (maiores de idade tendo relação com menores de idade), não há problemas.

Dicas para melhorar no sexo oral

sexo oral na mulher

O primeiro passo a ter em mente é a necessidade do uso de camisinha e higiene da área genital para evitar infecções e doenças. Após isso, você pode seguir as dicas abaixo para fazer sexo oral de forma mais prazerosa:

Camisinha de sabor

Já que é preciso usar camisinha pra fazer sexo oral, o indicado é usar uma camisinha de sabor (indicada somente para o sexo oral, não para penetração), pois se protege e ainda pode proporcionar prazer para o parceiro enquanto sente o sabor de fruta, doces ou chocolate.

Tenha calma e converse com o parceiro

A melhor forma de dar prazer para a mulher com sexo oral ou homem, é através da calma e conversa, pois será preciso saber do que o outro gosta para que tenham uma noite prazerosa.

Em realação à calma, antes de fazer o sexo oral é preciso preparar e excitar o parceiro através de beijos e carícias pelo corpo, assim ambos ficam mais relaxados antes de iniciar a prática.

Brinquedos eróticos

Além de fazer o sexo oral, uma forma de intensificar o prazer é fazer uso de brinquedos eróticos. Não é preciso realizar a penetração se o parceiro não se sentir confortável, você pode apenas usar o vibrador para estimular o clitóris da parceira, enquanto intercala com o sexo oral.

Massagem erótica

A massagem erótica é uma forma de tornar o sexo ainda mais prazeroso é deixar o seu parceiro bastante excitado antes. A ideia é fazer uma massagem erótica para relaxamento e excitação, quando o parceiro estiver bem tranquilo e arfante, é hora de iniciar o sexo oral.

O que achou das dicas? Você já pratica todas elas? Então coloque em prática, pois não se trata apenas de preliminares!

Esse artigo te ajudou? Deixe seu voto!

2 - 1

Obrigado pelo seu voto!

Desculpe, mas você ja votou!