Prostatite: Causas, Sintomas e como tratar

A Prostatite é uma inflamação ou infeção da próstata, a glândula responsável pela produção do fluido alcalino de que é composto o sêmen masculino, que causa o seu crescimento anormal.

Uma próstata saudável é do tamanho de um amendoim, mas uma próstata inflamada pode atingir o tamanho de uma noz, o que para além da dor e desconforto que causa impede a urina de passar, pois a próstata rodeia a uretra, o canal que liga a bexiga ao pênis.

Existem dois tipos de prostatite:

  • Prostatite aguda (causada por uma infeção bacteriana)
  • Prostatite crônica (causada por um anormal crescimento da próstata, que pode ser devido a infeção ou simplesmente uma condição própria da idade).
Prostatite: Causas, Sintomas e como tratar

O que é a prostatite crônica

A prostatite crônica tanto pode ser derivada de uma prostatite aguda mal tratada (na maioria das vezes) como se pode dever a um anormal crescimento da próstata sem causas definidas. Simplesmente começa a ficar maior com a idade e a causar fortes problemas devido ao seu tamanho anormal.

Este é um problema que ocorre nos homens de idade superior aos 30 anos e que é muito comum quando o homem passa a barreira dos 40/50 anos. O crescimento da próstata é inevitável com a idade e embora para muitos homens não chegue a causar transtornos, para muitos outros torna-se em um problema bastante sério, pelo que a prevenção e/ou o tratamento da prostatite aos primeiros sinais é essencial.

Nenhum homem jovem pensa que a próstata, uma coisa tão pequenina, lhe pode dar tantos dissabores no futuro. No entanto os sintomas da prostatite bacteriana crônica podem ser muito severos e, nos casos mais graves, afetar os rins e reduzir drasticamente o sangue que atinge os órgãos sexuais, fazendo com que os testículos inchem e com que seja impossível atingir uma ereção. Por outras palavras: o homem fica uma miséria!

Prostatite crônica não bacteriana

É a forma mais comum nos homens mais velhos, por norma acima dos 50 e é conhecida também por Hiperplasia Benigna da Próstata. Estes doentes não apresentam bactérias na urina mas apresentam sintomas de inflamação e o seu tamanho aumentado. É muito comum, difícil de diagnosticar e tratar.

A próstata aumenta de tamanho sem haver uma causa definida. Os sintomas são idênticos às formas anteriormente descritas mas os sintomas aparecem lentamente e não pode ser tratada com antibióticos.

O sintoma da prostatite crônica não bacteriana mais pronunciado é a dificuldade em deixar passar a urina e a constante necessidade de urinar, embora possa apresentar alguns ou todos os sintomas descritos mais acima. A causa mais comum é a idade, pois a próstata tem tendência para crescer continuamente durante toda a vida e, em alguns homens, esse crescimento pode ser mais pronunciado tornando a próstata demasiado grande para a cavidade onde se aloja. Devido a essa pressão constante ela tem tendência para apertar a uretra e dificultar ou impedir a passagem da urina.

Mais uma vez se lembra que a idade e a genética são os causadores mais comuns mas algumas profissões podem acrescentar risco à possibilidade de vir a ter problemas de próstata. Profissões que requerem longos períodos de tempo sentados aumenta a pressão na pélvis e pode afetar a próstata. A prisão de ventre é outro fator de risco. Em alguns casos um super excitamento com relação ao sexo também pode afetar a próstata.

Sintomas da Prostatite Crônica

Os sintomas mais comuns são uma dor ao fundo das costas sem razão aparente, um desconforto entre o ânus e o pênis (no períneo), um ‘peso’ na bexiga, dor ao urinar (às vezes bastante forte) e uma vontade constante de urinar sem se conseguir fazer mais que um pouquinho de cada vez. 

Estes sintomas não aparecem de um momento para o outro, são sintomas que se vão agravando aos poucos e a que muitas das vezes não damos a devida importância no começo. Nos casos mais graves pode sair uma secreção com o aspecto de pus pelo pênis e pode levar à disfunção sexual (incapacidade de obter uma ereção).

Tratamento da prostatite crônica

O tratamento da prostatite crônica pode ser feito também à base de antibióticos, embora por norma não deem grandes resultados (principalmente quando se trata de um aumento da próstata normal, sem infeção), ou através de suplementos naturais, vitaminas e antioxidantes, onde o zinco e as vitaminas A, C e E devem estar presentes. 

A prostatite crônica é mais problemática que a aguda e necessita de tratamentos muito mais longos, pelo que o único método realmente eficaz e isento de riscos é um bom remédio natural, que deve ser tomado durante um longo período, vários meses, mesmo que os sintomas de próstata inflamada desapareçam.

Beber muita água ajuda sempre. É das primeiras coisas que deve começar a fazer.

O que é prostatite aguda

Felizmente nos homens jovens a maioria dos casos de prostatite é aguda, causada por uma infeção bacteriana (geralmente a Escherichia coli e o Streptococcus faecalis).

São bactérias que habitam os intestinos e que podem passar à próstata, normalmente subindo pela uretra, e que causam a infeção da próstata e consequente aumento, causando os sintomas acima descritos.

Sintomas da Prostatite Aguda

Os sintomas da prostatite aguda são muito semelhantes aos da prostatite crônica, mas podemos acrescentar um ardor (por vezes intenso) ao urinar, febre e outros sintomas que podem ser confundidos com gripe.

A prostatite aguda por norma apresenta sintomas fortes e rápidos, que mesmo no princípio são impossíveis de ignorar.

Tratamento da prostatite aguda

O tratamento da prostatite aguda é feito à base de antibióticos de largo aspecto, pois não se sabe qual ou quais as bactérias que estão a causar os sintomas e, exceto em caso de alguma complicação, é de duração rápida. Qualquer médico lhe pode prescrever um antibiótico que elimine os sintomas da prostatite aguda em poucos dias.

Podem também ser administrados tratamentos para controlar a dor e medicamentos para controlar a febre e outros sintomas, normalmente utilizam-se antigripais. Deve também beber muita água, pois ajuda a eliminar as bactérias e minimiza os sintomas.

Prevenção

Prostatite: Causas, Sintomas e como tratar 1

Como sempre, uma boa alimentação está por detrás de uma boa saúde. Deve ser variada e rica em vegetais verdes. Deve beber muita água e devem ser evitadas bebidas alcoólicas, açucaradas e comidas muito picantes. O zinco é um mineral que deve estar presente na alimentação ou sob a forma de suplementos nas quantidades necessárias para evitar a prostatite crônica.

Para além de uma alimentação equilibrada aconselha-se uma vida sexual ativa. Longos períodos de abstinência e/ou estimulação sem ejaculação devem ser evitados. No entanto, para não agravar a infeção, as relações sexuais devem ser evitadas nos episódios de prostatite aguda.

Para prevenção da prostatite crônica é muito aconselhável que todos os homens depois dos 40 comecem a tomar um suplemento para o efeito. Os suplementos que nós recomendamos no nosso site são aconselhados para o tratamento da prostatite crônica e também para a sua prevenção, quando tomados em doses mais reduzidas.

Á medida que o homem envelhece a próstata inflamada, ou prostatite, vai sendo um problema a resolver.

Felizmente a prevenção da prostatite está cada vez mais presente em noticias, em anúncios e em todo o lado, alertando o homem para este problema próprio da idade, pois a prostatite crônica é muito dolorosa, deixa muitas noites sem dormir devido à constante necessidade de urinar, pode acarretar outros problemas ainda mais sérios, como a disfunção erétil (impotência) e infeções renais e é muito difícil de tratar, pelo que a prevenção é o passo certo para todos os homens a partir dos 40/45 anos.

Causas da Prostatite

A prostatite é basicamente uma inflamação da próstata. Em termos de aparência a próstata, que é uma glândula que apenas existe nos homens, é em forma de anel e do tamanho de uma pequena avela. Ela está localizada atrás do osso púbico e na frente do reto.

Os sintomas da prostatite é um dos principais problemas que afetam os homens mais velhos. Todos os anos milhões visitam o seu médico com queixas relacionadas com este problema.

Causas da ProstatitePor isso mesmo muitos homens pensam que a prostatite apenas ataca homens velhos, na casa dos 50s 60s, e embora nessa idade a próstata possa estar aumentada na maioria dos homens o seu crescimento começa muito antes e pode ser detetado na casa dos 30. Se você experimentar pesquisar por “prostatite” ou “próstata aumentada” você verá casos de homens novos, nos 20s, que já sofrem com este problema.

As causas da próstata aumentada são desconhecidas, pelo que não é algo que você possa impedir que lhe aconteça. Os especialistas dizem que todos os homens irão sofrer de prostatite, desde que vivam o suficiente. Enquanto apenas 10% dos homens sejam afetados pela prostatite enquanto são novos e produtivos, cerca de 90% dos homens irão sofrer com ela depois dos 80s.

Quando você vai ao seu médico para fazer um teste, ele provavelmente vai testar o seguinte:

• O exame de urina, para verificar se há infeções ou sangue em sua urina.
• A existência de câncer.
• O teste da bexiga para verificar a funcionalidade e quanta urina é deixada na bexiga, isso vai ajudar a confirmar o problema mais rapidamente e negar outros possíveis problemas. Ao testar a taxa de fluxo de urina o médico pode ser capaz de detetar o problema e a partir daí receitar o tratamento.

Um dos testes que o medico irá fazer é sobre a existência de câncer da próstata, mas isto não quer dizer que a maioria dos homens com a próstata aumentada tenha câncer da próstata ou que você o tenha. Prostatite não quer dizer câncer, não se preocupe com isso.

No entanto se você sabe de casos de câncer da próstata na sua família você deve mencionar esse fato ao médico. Não mencionar uma coisa como esta apenas o irá prejudicar caso esteja a desenvolver cancro da próstata, o que esperamos que não seja o caso.

Para tratar a prostatite sem cirurgia ou medicamentos fortes você precisa fazer algumas alterações no seu dia-a-dia. Uma das alterações deve ser evitar o álcool. O álcool e a cafeína não considerados diuréticos e não são aconselhados, principalmente depois do jantar.

Outro dos procedimentos é ir mais vezes à casa de banho. Os médicos aconselham os homens que sofrem com prostatite a fazerem as suas necessidades logo aos primeiros sinais. Isto pode causar alguns problemas no trabalho ou quando está a viajar, mas é um custo necessário.

Outro dos conselhos que deve seguir é manter o seu corpo sempre quente, não vá para a rua mal vestido, nem mesmo durante breves minutos porque lhe causa mais mal do que você imagina.

Você pode ter prostatite mesmo antes dos 20 anos, embora não seja provável. Quando você sentir que está com sintomas e o medico confirmar os seus receios é provável que você procure um tratamento, de modo a evitar os fortes efeitos secundários que certos medicamentos causam.

Como observar os primeiros Sintomas

Prostatite: Causas, Sintomas e como tratar 2

Na infeção bacteriana aguda os sintomas podem ser muito fortes e ocorrerem rapidamente. Incluem febre, dificuldades em urinar e dores nas costas entre outros sintomas. Provavelmente vai ter muita dificuldade em urinar e despejar completamente a bexiga e terá uma vontade constante de urinar.

Os sintomas da prostatite crônica, por outro lado, tendem a desenvolver-se mais devagar. Embora não sejam tão severos como na infeção aguda necessitam igualmente de atenção.

Os sintomas podem incluir na mesma dificuldades em urinar, dores no fundo das costas e uma vontade constante de urinar, mas aparecem mais devagar e são também mais difíceis de tratar. Os sintomas de ambos os casos são semelhantes:

  • Dor na parte inferior das costas, atrás do escroto ou nos testículos
  • A incapacidade de urinar e esvaziar a bexiga, ou a necessidade de urinar com muita frequência
  • Ejaculação dolorosa
  • Dor ou ardor ao urinar
  • Micção frequente
  • Sangue no sêmen (apenas na bacteriana)
  • Febre baixa (apenas na bacteriana)

Se você tem alguns dos sintomas acima e desconfia ser da próstata, procure seu médico imediatamente.

Procure um médico

consulta medica

Os tratamentos variam conforme o tipo do diagnóstico da prostatite. É importante procurar o conselho medico assim que os sintomas aparecem. Como esta doença não responde bem aos tratamentos pode ser preciso experimentar diversas opções, que podem incluir: medicamentos, fisioterapia, cirurgia e banhos mornos para aliviar as dores.

Também existem tratamentos complementares que incluem a dieta, a medicina natural e o uso de suplementos nutricionais para a prostatite.

Quais os Tratamentos para Prostatite?

Geralmente é usado medicamentos para o tratamento. Dependendo do tipo de prostatite que tenha existem vários medicamentos que podem ser utilizados:

  • Antibióticos – É o tratamento mais comum prescritos aos homens novos, mas antes do tratamento com antibióticos nos homens mais velhos é preciso confirmar que é uma prostatite bacteriana e qual a bactéria causadora, de modo a ser receitado um antibiótico específico para esse efeito. O tratamento pode durar entre 4 a 12 semanas.
  • Alfa-bloqueadores.
  • Analgésicos – não se destinam a curar, propriamente dita mas sim a aliviar o desconforto.
  • Relaxantes musculares.

Tratamentos caseiros que podem ser feitos para evitar

Os tratamentos caseiros, não substituem os tratamentos feitos por médicos e deve ser feitos, apenas para ter uma boa saúde do organismo. Portanto, você pode fazer em casa, mas consulte seu médico antes. Veja abaixo:

  • Alho – o alho é um alimento bem conhecido pelos seus usos medicinais, incluindo no tratamento da prostatite. A alicina é um princípio ativo que se encontra no alho e que cura muitas doenças. O alho é antiespasmódico, antibiótico, diurético e tem propriedades antibacterianas que funcionam sobre a glândula da próstata e tem uma melhoria significativa nos sintomas urinários.
    O alho pode ser consumido ao natural, como condimento em muitos pratos ou sob a forma de suplementos. A dose aconselhada é de 1200 mg por dia.
  • Saw Palmento – é uma fruta que é muito usada em suplementos para o desempenho sexual tanto dos homens como das mulheres e está presente em qualquer suplemento natural para o tratamento da prostatite. Ajuda a reduzir a inflamação inibindo a produção de alguns químicos, tais como as prostaglandinas e os leucotrienos. Também ajuda a controlar os níveis demasiado altos de testosterona, pois a testosterona alta é um dos fatores de risco da prostatite.
    A melhor maneira de tomar Saw Palmento é sob a forma de suplemento e a dose recomendada é de 160 mg duas vezes ao dia.
  • Brócolis – é um vegetal verde escuro com fortes propriedades anti-inflamatórias, pelo que é excelente no tratamento da prostatite. Os brócolis podem ser consumidos como acompanhamento em muitos pratos e também se pode usar a água da sua cozedura para tomar como chá de manha, em jejum, e ao fim da tarde.
  • Goldenseal – uma excelente erva que pode ser usada no tratamento de muitas doenças, incluindo o tratamento da prostatite. Esta erva contém diversos nutrientes essenciais, incluindo ferro, potássio, manganês, cálcio e fósforo, e tem propriedades antibacterianas e anti-inflamatórias que ajudam a diminuir a prostatite.
    Goldenseal é melhor ser tomado em forma de chá; 2 colheres de chá da flor goldenseal em água fervente por 5 minutos; coe e beba a água duas vezes por dia.
  • Sementes de Abóbora – As sementes de abóbora são ricas em glicina, aminoácidos e ácido glutâmico, que reduz o tamanho da próstata, aumentando assim o fluxo urinário sem dor. Este é um remédio bastante antigo no tratamento da prostatite.

Os fitoesteróis são um composto ativo presente nas sementes de abóbora que é responsável pela diminuição da próstata. Você pode comer cerca de 30 a 50 gr de sementes de abóbora descascadas duas a três vezes por semana ou até mesmo polvilha-las sobre saladas e outros pratos.

Como manter a próstata saudável?

Prostatite: Causas, Sintomas e como tratar 3

Para alguns homens a prostatite é inevitável, mas os seus efeitos e sintomas podem ser minorados, ou mesmo eliminados.

Para manter a próstata de boa saúde e evitar o aparecimento dos sintomas de prostatite o homem com mais de 40 anos deve implementar um plano que seja saudável para a próstata: algum exercício, uma alimentação equilibrada, um exame anual à próstata e uma vida mais saudável. A combinação destes três fatores mantêm um estilo de vida saudável e faz maravilhas pela sua próstata.

Uma dieta pobre também pode ter forte impacto na saúde da próstata. É aconselhável consumir muitos alimentos orgânicos, alimentos crus. Alguns alimentos saudáveis para a próstata incluem frutas e vegetais ricos em licopeno, carotenoides e vitaminas, como brócolis, couve-flor, tomate e chá verde. 

Uma dieta adequada também envolve limitar o consumo de carboidratos, como grãos, frutose e açúcar, para ajudar a manter os níveis de insulina certos e reduzir o risco de câncer. Você também deve evitar a gordura, produtos lácteos pasteurizados e carnes altamente processadas, como os enchidos e conservas.

Além das opções de alimentos citados acima, que podem melhorar a saúde geral da próstata, também é necessário várias vitaminas e suplementos para melhorar a saúde da próstata.

A apalpação da próstata através do reto é a melhor maneira de averiguar se a próstata mantem o seu tamanho normal ou se está inflamada e aumentada. O tratamento difere muito, caso se trate de uma inflamação aguda provocada por bactérias ou vírus ou se é crônica, em que a próstata cresce sem ser infetada por um agente externo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.