Remédios para parar de fumar: Qual o melhor e as principais opções

Os remédios para parar de fumar costumam ser grandes aliados de quem deseja suspender o vício. Conhecido como tabagismo, a necessidade física e psicológica da nicotina é vista pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma pandemia.

Entretanto, é uma dependência que permite a cura e o resgate de uma vida saudável.

Os remédios para parar de fumar mais utilizados para este tipo de tratamento são: bupropiona, terapia de recomposição de nicotina, o uso de juice vape e adesivos para parar de fumar. 

Além de melhor saúde e aumento do tempo de vida, o ato de procurar remédios para parar de fumar, faz com que diminua sintomas como: ansiedade, irritabilidade e ganho de peso.

Remédios para parar de fumar

Confira, neste artigo, as principais opções de remédios para parar de fumar e como eles funcionam.

Para quem é indicado remédios para deixar de fumar?

Mais do que querer parar de fumar, a pessoa precisa ter força de vontade e entender que o processo é lento. Ou seja, é necessário uma preparação para atravessar adversidades durante o período.

Os remédios para parar de fumar, entretanto, possuem indicações para todas as pessoas que sofrem com o vício em tabagismo e querem mudar de vida.

É importante lembrar que alguns dos remédios são vendidos, no Brasil, sem prescrição médica. Porém, caso tenha a oportunidade de consultar um especialista, o tratamento pode ser mais eficaz.

Quais os principais remédios para parar de fumar

Como já explicamos no começo deste artigo, há vários medicamentos recomendáveis no tratamento para parar de fumar. Alguns possuem venda somente nos Estados Unidos, outros na Europa. 

Já no Brasil, destacamos abaixo os principais entre eles:

Bupropiona

A bupropiona é um remédio para parar de fumar antidepressivo,  mas sua utilização é frequente no tratamento para quem quer parar de fumar. Isso porque ela diminui os sintomas da falta do tabaco.

O remédio tem prescrição, em sua maioria, para pessoas que são, altamente, dependentes do cigarro. Ou seja, que consomem 20 cigarros ou mais por dia.

Na classificação do Teste de Fagerström, essa medição de nível de dependência da nicotina atinge a maior escala, a de número 5.

A bupropiona age como se competisse com a nicotina no organismo pelos receptores de dopamina. Em outras palavras, ela permite que a necessidade de fumar para ter a sensação de bem-estar seja cada vez menor.

Antes de iniciar o tratamento com esse tipo de remédio é necessário uma consulta médica. Assim, poderá haver um planejamento regular e o paciente irá se preparar para um período entre uma e três semanas, sem que ocorra efeitos colaterais.

Terapia de reposição de nicotina

Remédios para parar de fumar: Qual o melhor e as principais opções 1

A terapia de reposição de nicotina (TRN) faz com que o fumante não perca a sensação de bem-estar, prazer e relaxamento que a nicotina oferece ao cérebro no momento em que o cigarro é aceso.

Durante este tratamento, libera-se a nicotina em pequenas doses e com segurança. Afinal, não ocorre a inalação de outros produtos químicos presentes no cigarro.

Dessa forma, se reduz a vontade de fumar e permite que haja maior pausa entre um cigarro e outro.

A TRN deve ser usada até o momento em que o paciente esteja se sentindo confortável para não fumar ou depender mais do medicamento.

Adesivos para parar de fumar

O adesivo para parar de fumar segue a linha de tratamento da TRN. Ou seja, se oferece uma quantidade diária de nicotina para o usuário, sem que haja o consumo adicional de outras substâncias tóxicas..

Aplicado em regiões com poucos pelos, o adesivo começa a liberar a quantidade diária de nicotina 24 horas após a aplicação. Com isso, a substância sai de forma gradual do organismo, de modo a não impactar o metabolismo através de crises de abstinência.

Antes do início do tratamento é necessário que o paciente não fume mais, pois manter o cigarro pode fazer com que tenha um aumento alto de nicotina no organismo.

A aplicação do adesivo acontece uma vez ao dia e o tratamento pode durar de dois a três meses. Tudo vai depender do número de cigarros que o paciente fumava.

SUS oferece remédios para parar de fumar

O Sistema Único de Saúde (SUS) oferece tratamento para quem quer parar de fumar, em duas esferas: o aconselhamento e remédios para parar de fumar grátis. Em alguns casos, utiliza-se os dois métodos de forma simultânea.

O aconselhamento acontece através de reuniões de apoio, acesso a informações, consultas com especialistas e acompanhamento psicológico. 

Por sua vez, o tratamento com remédios para parar de fumar disponibiliza: reposição de nicotina, goma de mascar, pastilhas e cloridrato de bupropiona.

Quer parar de fumar sem usar remédios? Veja o que pode ajudar.

Remédios para parar de fumar: Qual o melhor e as principais opções 2

Parar de fumar é um desafio muito grande, mas com força de vontade e dedicação pode ser alcançado com sucesso. Além do uso de remédios para parar de fumar, é possível se tratar de forma natural, como vamos explicar a seguir.

  • Mudar a dieta: existem alimentos que fazem o fumante ter, ainda mais, vontade de fumar, como o café, a carne vermelha e o álcool. Em contrapartida, outros deixam o gosto do cigarro ainda pior, como leite, vegetais, frutas e legumes.

Ao adicionar esses produtos a sua dieta, além de você estar se alimentando de forma mais saudável, irá diminuir o prazer do cigarro;

  • Consumo de água: ao beber bastante água, ocorrerá um estímulo natural de ir ao banheiro, o que ajuda no processo de desintoxicação do organismo, limpando e eliminando as toxinas como a nicotina;
  • Comer doces com pouca caloria: o consumo de doce ajuda a diminuir a vontade de fumar, sendo assim é uma maneira de controlar, sem medicamento, o desejo pelo cigarro. Entretanto, opte por doces com poucas calorias, já que o consumo excessivo desse tipo de alimento, também, não é saudável;
  • Atividades físicas: a prática de atividades físicas ajuda na diminuição do desejo de fumar, principalmente as que envolvem exercícios aeróbicos. Isso porque eles aumentam a frequência cardíaca e faz com que o desejo de fumar, para uma melhor performance, seja diminuído.

Outras dicas importantes que podem ajudar no uso de remédios para parar de fumar

Remédios para parar de fumar: Qual o melhor e as principais opções 3

Além de tantas opções de tratamento com remédios para parar de fumar, há formas mais simples e que só dependem de você para parar o consumo.

Ter força de vontade e determinação é um passo importante para iniciar o processo de pausa. Além disso, o foco de marcar um dia para nunca mais fazer o consumo de cigarro pode ser determinante. 

Buscar estar entre pessoas que apoiem a decisão e não ofereçam gatilho para uma possível recaída é outro fator a ser levado em consideração.

Defina, também, se você quer ser mais radical e parar de uma vez só ou se prefere um processo gradual. Para isso, busque também hábitos mais saudáveis, uma alimentação melhor e, em último caso, um grupo de apoio ou auxílio médico.

Conclusão

O processo de parar de fumar é difícil e cheio de desafios, mas manter o foco e a determinação com o objetivo são fundamentais para o sucesso, e os remédios para parar de fumar, são apenas uma ajuda nesse processo. 

Vale lembrar que se livrar desse vício irá evitar diversos problemas, inclusive complicações por nicotina podem levar até à morte. Por isso, invista em saúde e, se necessário, procure ajuda de um profissional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.