Faloplastia – Cirurgia para aumentar o pênis: tudo que você precisa saber

Você já ouviu falar sobre a faloplastia?

Já não é novidade que o tamanho do pênis trás insatisfação para boa parte dos homens, tanto que muitos estão sempre a procura de novos métodos para aumentar o comprimento do órgão.

Um estudo recente feito pela Universidade Kings College, no Reino Unido, mostrou que 30% dos homens se sentem insatisfeitos com o próprio órgão sexual.

Nesse sentido, exercícios caseiros e remédios que você pode ver bastante na internet, nem sempre são indicados, onde a grande maioria são apenas vendas enganosas e que não trazem o resultado esperado, deixando o homem ainda mais frustado.

Além disso, estudos concretos já comprovam que o tamanho médio do pênis quando ereto não passa de 14 cm.

Porém, parece que mesmo assim, o tamanho ainda continua sendo um incômodo para alguns homens, até mesmo para os que estão dentro da média.

Mas, inicialmente, vale lembrar que até então, mesmo que algumas coisas tenham mostrado resultados positivos, ainda não existe definitivamente um medicamento ou fórmula secreta para o crescimento ou engrossamento peniano.

Dessa forma, para aqueles que se encontram insatisfeitos com o comprimento do órgão, existe uma maneira de realizar esse aumento desejado, comprovada por estudos que alonga o pênis, diferentemente de outros métodos.

Por fim, para você entender esse processo, confira tudo sobre a faloplastia, vendo o que ela funciona, e principalmente, quem pode realizar o procedimento.

O que é a faloplastia?

faloplastia o que é

A cirurgia para aumento peniano, também chamada de faloplastia, como já dito anteriormente, tem o objetivo de fazer o alongamento de alguns centímetros a mais do pênis, trazendo assim a satisfação para alguns homens quanto ao tamanho.

Vale ressaltar que, esse procedimento vai acrescentar entre 2 e 5 centímetros no tamanho atual do pênis, dependendo do paciente, e também é possível aumentar na questão do diâmetro do órgão dando aparência de maior.

Além disso, a cirurgia geralmente dura apenas 30 minutos, com anestesia local, e a alta hospitalar pode ser dada em apenas 6 horas após.

Mas, é claro que tudo isso pode variar de acordo com o médico, tipo de cirurgia, e principalmente, reação que o seu corpo vai ter com a faloplastia.

Ou seja, muitas variáveis serão levadas em consideração.

O processo da cirurgia em si consiste na retirada de uma parte que fica no interno do órgão, mais conhecida como crura.

A partir daí é feita uma incisão numa parte acima da base do pênis, conectando o membro ao osso púbico.

Dessa forma, feita a divisão desses ligamentos e a conexão do membro ao osso, acontecerá o alongamento do órgão, variando de pessoa pra pessoa.

Inclusive, em relação ao aumento do diâmetro, esse processo ocorre quando o cirurgião injeta gordura retirada de alguma outra parte do corpo entre o cavernoso e a pele do pênis.

Entretanto, pode acontecer de após um ano do procedimento, o pênis reduzir o tamanho novamente, em até 80%, e o próprio corpo pode reabsorver 30% da gordura injetada logo nos primeiros 2 meses de cirurgia.

Por fim, você deve saber que ainda pode se usar as seguintes ferramentas no procedimento:

  • Uso de retalhos de tecidos
  • Enxerto de próteses biológicas
  • Lipoaspiração da gordura supra-púbica
  • Uso de próteses peniana, nos casos de disfunção erétil associada.

Quem pode realizar a faloplastia?

Com a fama recente do processo de faloplastia, é provável que boa parte dos homens irão atrás de realizar o processo por questões de estética.

Ou seja, por conta da insatisfação com o tamanho do pênis.

No entanto, se você procura por aparência, saiba que esse procedimento não tem indicação.

Até porque, a cirurgia conta também com a probabilidade de com o tempo o pênis reduzir novamente a um tamanho menor, causando uma maior decepção.

Dessa forma, saiba que mais em situação fisiológicas, deverá realizar esse procedimento

Como, por exemplo, o processo pode ser realizado em uma criança que nasceu com a uretra fora do lugar, quando o homem tem um micropênis, sofreu um trauma no órgão, e outros casos.

Então, se você está próximo à média, e não há problemas de saúde específicos, dificilmente será necessário a faloplastia.

É claro que para todos os casos, é essencial você procurar um médico especialista, para estudar o seu caso, e ver ou não a necessidade do procedimento da faloplastia.

Mesmo com a probabilidade de redução, ainda sim muitas pessoas demostram satisfação com o procedimento.

Quais os riscos da cirurgia?

consulta medica

Assim como qualquer cirurgia, essa também possui riscos, ainda mais por ser um órgão com funções tão importantes como a de excreção e reprodução.

Dessa forma, é necessário um cuidado maior nesse procedimento porque caso aconteça algum problema durante a cirurgia, pode comprometer diretamente nessas funções.

Em relação aos riscos propriamente ditos, existem os de questão psicológica, porque nas situações em que o resultado não fica da forma que o paciente esperou, ou as vezes fica pior do que o esperado, isso pode levar a distúrbios corporais, ansiedade, e até depressão.

E na aparência, um dos ricos, é o surgimento de hematomas no local, com roxidão, o que dura apenas os primeiros dias.

Além disso, podem acontecer infeções cortes após a cirurgia, e os podem ou cicatrizes podem abrir, apesar desses ricos serem mais raros de ocorrer.

Portanto, por esse e outros motivos, você deve sempre procurar realizar o procedimento com um médico especializado.

Considerações finais

tratamento medico dor no penis

Agora que você conhece a faloplastia, caso se encaixe nos principais requisitos, procure um médico especialista na área hoje mesmo.

Por fim, mesmo que seja um procedimento que ainda venha ganhando força, ele pode trazer bons resultados.

Opção de tratamento natural

Você pode optar por opção natural de tratamento, como já mencionamos aqui em nosso blog. O uso de gel para aumentar o pênis, tem sido uma opção natural para homens que querem tentar fazer o aumento peniano, sem passar por uma cirurgia de faloplastia.

Para fazer o tratamento é bem simples, basta você aplicar o produto no pênis, todos os dias. O produto tem ingredientes que vai aumentar o fluxo sanguíneo na área genital, fazendo com que o tecido se expanda e ganhe mais volume.

Os resultados não são exagerados, mas tem sido satisfatórios para muitos usuários do gel.

Para conhecer mais sobre o tratamento, clique na imagem abaixo:

acessar site

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *