Óleo de coco na região intima como lubrificante – Faz mal ou tem benefícios?

Os benefícios do óleo de coco são diversos e todo mundo já sabe, mas será que o óleo de coco na região intima como lubrificante faz mal?

O uso do óleo de coco, sempre foi conhecido por seus benefícios para as peles, cabelos e no preparo de alimentos para melhorar o organismo e é um aliado a dieta para emagrecimento.

Mas acredite ou não, muitas mulheres na hora do sexo, usa óleo de coco na vagina, como forma de lubrificante.

Neste artigo, vamos abordar os benefícios que você pode obter a partir desse óleo e se tem problema usar ele.

Óleo de coco na região intima

oleo de coco na regiao intima

Óleo de coco na região intima, pelo contrario que muitas pessoas pensam, traz muitos benefícios para o corpo e para a região.

O óleo de coco na vagina ajuda a formar uma camada protetora na região, evitando fungos, infecções vaginais e equilibrando o pH na flora vaginal da mulher sem nenhuma irritação na pele.

Por se tratar de um produto natural, ele é mais seguro que muitos lubrificantes, além de proteger o local, ele também possui propriedades hidratantes.

Muitas mulheres usam o óleo de coco na região intima como lubrificante em épocas de menopausa e pré-menopausa.

Equilíbrio de bactérias

A região intima, é composta de bactérias boas e ruins, quando tem um desequilíbrio das bactérias, começam a aparecer os problemas e alterando o pH da vagina.

Muito disso, está relacionado a alimentação, antibióticos, relações sexuais desprotegidas, etc. Por isso, o óleo de coco na vagina pode trazer o equilíbrio das bactérias novamente, matando os fungos ruins que ficam na região íntima.

Funciona como tratamento de candidíase

A candidíase acontece, quando há um crescimento excessivo de fungos no intestino, que acabam se movendo para a vagina.

Esse tipo de problema é muito comum na mulher e os sintomas são bem desagradáveis, dentre os mais comuns, são: ardência, coceira, irritação e dor na penetração.

Sabe-se que o óleo de coco é rico em ácido caprílico e ácido láurico, poderosas substâncias antifúngicas e antimicrobianas, portanto, usar o óleo de coco na região intima pode servir como um tratamento natural contra a cândida.

O acido láurico, também chamado de ácido graxo, compõe 50% do óleo, que é uma propriedade antibacteriana. Além disso, ele é composto de outros nutrientes e vitaminas capaz de estimular a cicatrização.

Como usar o óleo de coco na vagina

oleo de coco na vagina

Você pode usar o oleo de coco, todos os dias apos o banho ou então durante o sexo, como lubrificante vaginal. É importante que o oleo seja extra virgem e 100% natural.

Recomenda-se passar sobre os lábios da vagina com os dedos e pode ser usado internamente. Basta molhar os dedos no óleo e aplicar na vagina, não é necessário grandes quantidades, já que o produto se espalha com facilidade.

Dificilmente o óleo de coco na região intima causa algum efeito colateral ou irritação, mas se isso acontecer, interrompa o uso imediatamente para não piorar o quadro.

Óleo de coco como lubrificante

regiao intima da mulher no sexo

O óleo de coco como lubrificante é uma ótima alternativa para mulheres que sofrem com secura vaginal, causados pela idade ou por qualquer outro motivo.

A falta de lubrificação durante o sexo, pode trazer outros problemas, além da secura vaginal como irritação, dores, falta de orgasmo na mulher, devido a secura e incapacidade de penetração.

Desse modo, o óleo de coco como lubrificante só trará benefícios, como mencionamos acima.

Cuidados no sexo

É importante ressaltar que o óleo de coco não deve ser usado com preservativos de látex. Isso porque a substância causa microporosidades nas camisinhas, podendo levar ao rompimento da camisinha.

Os benefícios do óleo de coco

oleo de coco como lubrificante

O óleo de coco contém vários benefícios, devido a sua ação antioxidante, antivirais e antimicrobianas, melhorando o sistema imunológico.

Os benefícios em geral para o nosso organismo, são:

  • Fortalece o sistema imunológico;
  • Hidrata as peles e os cabelos;
  • Funciona como um antienvelhecimento da pele;
  • Ajuda na perca de peso;
  • Aumenta a saciedade de forma natural;
  • Pode usado depois da depilação, para ajudar no desconforto na região íntima.

Apesar de todos os benefícios conhecidos pelo consumo do óleo de coco na cozinha, na aplicação da pele e como tratamentos contra fungos e virais, ele pode ser usado com lubrificante.

Mas lembre-se, sempre antes de utilizar algum produto na vagina, consulte um ginecologista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.